Número 12 (jul-dez, 2011)

Todos os arquivos estão disponibilizados em formato PDF.
Para ler clique sobre o título.
Sumário
APRESENTAÇÃO

Ana Lúcia Liberato Tettamanzy
Felipe Grüne Ewald
Marcelo Rodrigues Jardim

(de i a iii)

Seção Letras e Vozes Indígenas
Organização: Ana Lúcia Liberato Tettamanzy e Felipe Grüne Ewald
AS DIVERSAS MANEIRAS DE ACULTURAÇÃO NA AMÉRICA ANDINA

Onilma Freire dos Santos (UFPE)

(de 1 a 12)

NARRATIVAS ORAIS NO MARAJÓ DAS FLORESTAS MEMÓRIA TUPI EM PELEJAS PELA AMAZÔNIA MARAJOARA

Joel Pantoja da Silva (UNAMA)
Ivânia dos Santos Neves (UNAMA)

(de 13 a 28)

ESCRITAS INDÍGENAS: UMA EXPERIÊNCIA POÉTICO-PEDAGÓGICA

Cláudia Neiva de Matos (UFF/PACC-UFRJ)

(de 29 a 51) 

O PAPAGAIO-XAMÃ DE MACUNAÍMA

Mário Geraldo Fonseca (UFMG)

(de 52 a 61)

AS AVENTURAS DE ARÉ NO MUNDO DE BLAU NUNES: VOZES INDÍGENAS NA OBRA DE BARBOSA LESSA

Jocelito Zalla (Colégio de Aplicação-UFRGS)

(de 62 a 80)

IDENTIDADE DE ELIANE: A FACE POTIGUARA, A MÁSCARA INDÍGENA E O ECO DE VOZES SILENCIADAS

Rejane Seitenfuss Gehlen (Professora de Literatura da rede)

(de 81 a 103)

VOZES DA FLORESTA: A ORALIDADE QUE (RE)VIVE NA ESCRITA LITERÁRIA INDÍGENA

Érika Bergamasco Guesse (UNESP)

(de 104 a 121)

O CANTO E A VOZ GUARANI: A DIVINDADE DA PALAVRA ORAL

Lívia Petry Jahn (UFRGS)

(de 138 a 150)

Resenha
YUXIN: ALMA

Gabriela Cristina Carvalho (UFSC)

(de 151 a 154)

Seção Livre
VERTENTES PRIMITIVISTAS E A METÁFORA DA DEGLUTIÇÃO

Carolina Dittrich (UFSC)

(de 181 a 193)